Escola Superior de Comunicação Social do IPL, em parceria com a FLUL, organizam num certificado conjunto a Pós-Graduação em Indústrias Criativas: Gestão e Tendências.  Candidaturas no website da ESCS.

As Culturas Criativas são um conceito com uma visão inovadora e transdisciplinar que valoriza simultaneamente os aspetos simbólicos e económicos dos produtos culturais e criativos. Esta é uma perspetiva que abrange as áreas da cultura, da comunicação, da criatividade urbana, do urbanismo, do património, do comportamento de consumo, da moda, da economia, da gestão e empreendedorismo, da sociologia às políticas, entre outras relacionadas. O objetivo consiste em compreender a natureza, a origem e as consequências dos comportamentos e das expressões criativas, na perspetiva da indústrias criativas. Ao nível das diferentes unidades curricular, a ideia passar por (1) dar uma formação contextual sobre as indústrias criativas; (2) formar os estudantes para práticas de gestão e empreendedorismo neste amplo sector; (3) analisar, de uma forma estratégica e crítica, as tendências e expressões socioculturais, de modo a compreender os valores, os desejos e os comportamentos, através de uma abordagem às várias dinâmicas contemporâneas na cidade. 

Direção: José Cavaleiro
Contacto: nelsonpinheiro@campus.ul.pt

Titulação: Pós-Graduação em Indústrias Criativas: Gestão e Tendências

Duração: 1 ano letivo (2 semestres)

Créditos: 60 ECTS

Investimento: 1700 euros (mais taxas e seguro escolar)

O curso tem como objetivos específicos garantir aos alunos competências centrais e aplicadas, que lhes permitam:

  1. Aprofundar conhecimentos sobre Indústrias e Culturas Criativas, desenvolvendo componentes aplicadas de Estratégias, Políticas e Empreendedorismo, numa perspetiva interdisciplinar;
  2. Desenvolver a capacidade de análise da realidade das Indústrias e Culturas Criativas, das suas transformações e tendências ao nível do terreno digital e físico;
  3. Desenvolver projetos e produtos/serviços no sector das Indústrias Criativas, criando competências da estratégia e do empreendedorismo;
  4. Estimular o desenvolvimento de uma visão integrada e completa do sector das Indústrias Culturais e Criativas, incluindo oportunidades e ameaças, assim como a compreensão de outros fatores de competitividade.
  5. Desenvolver competências de mapeamento criativo, sociocultural e de tendências no espaço urbano, com vista ao desenvolvimento de soluções criativas para questões identificadas.

2ª fase de candidaturas: O processo de candidatura efetua-se exclusivamente online, no período de 10 de agosto a 2 de setembro de 2022.

22 vagas disponíveis para a segunda fase.

Candidaturas no website da ESCS.

O curso é constituído por 2 (dois) semestres letivos.

O período letivo está previsto começar na semana de 26 de Setembro.
NOTA: Durante o início do primeiro semestre estará disponível um sistema de videoconferência nas salas de aulas, de forma a que os alunos estrangeiros que ainda não se encontrem em Lisboa possam acompanhar as primeiras unidades curriculares.

As aulas e sessões de contacto têm lugar na escola respectiva de cada unidade curricular.

ESCS: As unidades curriculares asseguradas por docentes da ESCS decorrerão na quinta e na sexta-feira, entre as 18h30 e as 22h30 (a confirmar).

FLUL: As unidades curriculades asseguradas pela FLUL dividem-se em dois regimes. Os dois Laboratórios são unidades tutoriais, pelo que o aluno irá trabalhar de forma autónoma ao nível da imersão urbana e de processos de ideação e estratégia – seguindo orientações docentes com sessões de contacto para tutoria marcadas com os professores. A unidade curricular de “Análise e Gestão de Tendências” terá lugar na terça-feira das 15h30 às 18h30.

Hèléne Veiga Gomes
Doutorada em Antropologia pela Université de Paris Nanterre, La Defense, com Mestrado em Antropologia Visual e diversas pós-graduações e especializações relevantes na área do cinema.
É Professora Associada na Escola Superior de Arquitetura de Paris Malaquais, investigadora no Laboratoire Architecture Anthropologie – CNRS e no CRIA, bem como criadora e curadora em estruturas artísticas e culturais de relevo, principalmente, na cidade de Lisboa, em projetos de desenvolvimento local e comunitário.

 

João Ferreira do Rosário
Professor Adjunto na área de Marketing na Escola Superior de Comunicação Social e possui Doutoramento em Gestão, pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa. As suas áreas de investigação e publicação incluem os estudos de mercado, do consumidor e da concorrência, principalmente nos setores do Turismo e Tecnologias de Informação, da Comunicação e Marketing internacional.

 

João Pedro Figueiredo
Licenciado em Direito, pela Universidade de Coimbra e Pós-graduado em Direito da Comunicação e em Direito da Sociedade da Informação, respetivamente pela Universidade de Coimbra e pela Universidade de Lisboa, apresenta um currículo distinto como jurista na área dos direitos autorais, ao qual junta publicações especializadas na área do direito da comunicação e experiência docente como professor convidado em várias instituições de ensino superior, nomeadamente na ESCS. No plano profissional, destaca-se o desempenho de cargos como o exercido no Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

 

Joaquim Jesus Carreira
Presidente do Conselho de Administração da Lusa – Agência de Notícias de Portugal, tendo, desde 1994, assumido posições de direção em várias empresas multinacionais. O seu percurso como gestor sénior dá-lhe uma visão empresarial global, da área financeira, ao marketing, aos recursos humanos, aos sistemas de informação e compras, em setores diversos, nomeadamente nos media. É licenciado em Economia e Gestão e Executive Master em Marketing Estratégico pela Universidade Católica Portuguesa.

 

José Cavaleiro Rodrigues
Professor Adjunto da Escola Superior de Comunicação Social do Politécnico de Lisboa e investigador integrado no Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA). É doutorado em Antropologia, pela FCSH-UNL, e autor de livros, artigos e comunicações em revistas e conferências nacionais e internacionais. Fundou a revista científica Comunicação Pública em 2005, dirige as Coleções das Edições IPL. Os seus tópicos de investigação atuais são Urbanidade e Desigualdades, Antropologia Visual, Criatividade, Empreendedorismo e Cidadania.

 

Manuel Batista
Professor Adjunto na área do Marketing na Escola Superior de Comunicação Social com Doutoramento em Gestão, especialização em Marketing, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa do Instituto Universitário de Lisboa. As suas áreas de investigação e publicação incluem os Comportamentos de Consumo ecologicamente conscientes, a Distribuição, o Neuromarketing e o Marketing Desportivo.

 

Marta Cotrim
Professora Assistente Convidada na área do Marketing na Escola Superior de Comunicação Social e detem um Mestrado em Administração de Empresas pela School of Business and Economics da Universidade Católica Portuguesa. A sua experiência profissional abrange a Gestão de Produto e a Comunicação Media e Digital. Atualmente é Business Engagement Manager na NTT Data Portugal.

 

Nelson Pinheiro Gomes
Professor Auxiliar da FLUL, tendo a seu cargo a Direção do Programa em Cultura e Comunicação e a co-Direção do Doutoramento em Estudos de Cultura. A par da atividade docente, tem desenvolvido investigação na área da Gestão Estratégica da Cultura, especificamente ao nível dos Estudos de Tendências e do Branding Cultural, coordenando o Laboratório em Gestão de Tendências e da Cultura. Possui Doutoramento e Pós-doutoramento na Especialidade de Cultura e Comunicação, ambos pela Universidade de Lisboa.

 

Nuno Medeiros
Professor Auxiliar da FLUL, nas áreas da Cultura e Comunicação e da História, lecionando nos domínios das práticas e representações culturais (de produção, circulação, consumo e comunicação), gestão cultural ou estudos culturais. Grande parte da sua pesquisa tem-se desenvolvido nestas áreas, aprofundando os processos sociais, políticos e históricos de construção dos fenómenos culturais no contexto das sociedades contemporâneas. Possui Doutoramento em Sociologia, na Especialidade de Cultura, Conhecimento e Educação.

 

Pedro Jorge Braumann
Economista, Pós-graduado em Planeamento Regional e Urbano e DEA em Comunicação Social pela Universidad Complutense de Madrid. Professor Adjunto Convidado da ESCS, Diretor do Secretariado Técnico do CGI e do Núcleo Museológico e Apoio ao Serviço Público da RTP, Vogal do Conselho Fiscal da Lusa, Vogal da Direção da CPMCS e Vice-presidente do Conselho de Administração da NP – Notícias de Portugal.

 

Pedro Miguel Pereira Neto
Doutorado em Ciências Sociais, na área da Comunicação Política, pelo ICS-UL e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Comunicação, pelo ISCTE-IUL. No seu currículo docente, figuram a colaboração com a ESCS-IPL, como Professor Adjunto Convidado, desde 2008, e a colaboração com o ISCTE-IUL, como Professor Auxiliar Convidado, desde 2011. Do seu currículo científico destacam-se artigos, livros e capítulos de livros, participação em projetos de investigação, comissões de eventos científicos e de edição de publicações, na área dos Media e das Indústrias Culturais.

Plano de Estudos

1 Ano Letivo (2 Semestres)

O plano de estudos foi construído de modo a permitir o desenvolvimento de competências transdisciplinares, com base nas especialidades de cada escola e com uma orientação para a prática projetual.

Créditos: 7,5 ECTS
1º Semestre

Escola Responsável: ESCS

Nesta unidade curricular o foco será a inovação e criatividade na gestão e modelos de negócio, nomeadamente: a identificação de ideias de negócio e oportunidades; transformar ideias em capital intelectual e económico; o processo criativo, inovação incremental e radical, transformação e digitalização de empresas existentes; a natureza do processo criativo e barreiras à criatividade. Outro tema central será o empreendedorismo, especialmente: as características de um empreendedor; as ferramentas e apoios nacionais, europeus e internacionais; as necessidades do consumidor, financiamento e angariação de recursos, o planeamento estratégico e o modelo de negócio, entre outros.

Docente: Joaquim Jesus Carreira
Presidente do Conselho de Administração da Lusa – Agência de Notícias de Portugal, tendo, desde 1994, assumido posições de direção em várias empresas multinacionais. O seu percurso como gestor sénior dá-lhe uma visão empresarial global, da área financeira, ao marketing, aos recursos humanos, aos sistemas de informação e compras, em setores diversos, nomeadamente nos media. É licenciado em Economia e Gestão e Executive Master em Marketing Estratégico pela Universidade Católica Portuguesa.

Créditos: 7,5 ECTS
1º Semestre

Escola Responsável: FLUL

Nesta unidade curricular os estudantes vão trabalhar de forma autónoma, com a tutoria e supervisão dos docentes, num mapeamento cultural e criativo da cidade de Lisboa. Partindo da necessidade de compreender dinâmicas criativas e culturais na cidade em determinadas geografias, os estudantes vão desenvolver competências numa imersão urbana que vai recorrer a práticas de pesquisa baseadas nas artes e a práticas etnográficas. Numa proximidade com as comunidades e com os agentes criativos-culturais, os estudantes vão ganhar uma maior perceção das práticas significantes e da produção/consumo cultural e criativa que estão a transformar a cidade e a sublinhar desafios sociais, culturais, económicos, e empresariais emergentes.

Docentes:
Nuno Medeiros. Professor Auxiliar da FLUL, nas áreas da Cultura e Comunicação e da História, lecionando nos domínios das práticas e representações culturais (de produção, circulação, consumo e comunicação), gestão cultural ou estudos culturais. Grande parte da sua pesquisa tem-se desenvolvido nestas áreas, aprofundando os processos sociais, políticos e históricos de construção dos fenómenos culturais no contexto das sociedades contemporâneas. Possui Doutoramento em Sociologia, na Especialidade de Cultura, Conhecimento e Educação.

Nelson Pinheiro Gomes
Professor Auxiliar da FLUL, tendo a seu cargo a Direção do Programa em Cultura e Comunicação e a co-Direção do Doutoramento em Estudos de Cultura. A par da atividade docente, tem desenvolvido investigação na área da Gestão Estratégica da Cultura, especificamente ao nível dos Estudos de Tendências e do Branding Cultural, coordenando o Laboratório em Gestão de Tendências e da Cultura. Possui Doutoramento e Pós-doutoramento na Especialidade de Cultura e Comunicação, ambos pela Universidade de Lisboa.

Créditos: 5 ECTS
1º Semestre

Escola Responsável: ESCS

A cultura digital: revolução digital, mudanças socioeconómicas, redes sociais e Web 2.0, a revolução tecnológica, a compreensão básica da tecnologia e a Economia da Internet. Economia criativa: história e definições da economia criativa e das indústrias criativas; o papel da tecnologia; o conceito de economia criativa e a sociedade do conhecimento. Desenvolvimento Regional e Local. O mercado global e local. Regiões Criativas e Cidades Inteligentes: conceptualização, contexto nacional e exemplos internacionais e transnacionais. Gestão empresarial e desenvolvimento de projetos e de planos de negócios no âmbito das indústrias criativas e culturais.

Docente: Pedro Jorge Braumann
Economista, Pós-graduado em Planeamento Regional e Urbano e DEA em Comunicação Social pela Universidad Complutense de Madrid. Professor Adjunto Convidado da ESCS, Diretor do Secretariado Técnico do CGI e do Núcleo Museológico e Apoio ao Serviço Público da RTP, Vogal do Conselho Fiscal da Lusa, Vogal da Direção da CPMCS e Vice-presidente do Conselho de Administração da NP – Notícias de Portugal.

Créditos: 05 ECTS
1º Semestre

Escola Responsável: ESCS

Natureza do Direito de Autor: história e conceptualização, o sistema anglo-saxónico e o sistema continental, conceito e referências legais. Âmbito de proteção do direito de autor: finalidade e objeto, conceito de obra, condições de proteção, exclusão da proteção. O conteúdo do direito de autor: faculdades pessoais e patrimoniais, autorização de utilização, utilizações livres, licenças obrigatórias. Titularidade e duração do direito de autor. Das utilizações em especial. Direitos conexos: prestações dos executantes, produtores e radiodifusores. Utilizações abusivas: usurpação e contrafação. Propriedade industrial: função (âmbito e efeitos), as marcas, Os logótipos. Infrações à propriedade industrial.

Docente: João Pedro Figueiredo
Licenciado em Direito, pela Universidade de Coimbra e Pós-graduado em Direito da Comunicação e em Direito da Sociedade da Informação, respetivamente pela Universidade de Coimbra e pela Universidade de Lisboa, apresenta um currículo distinto como jurista na área dos direitos autorais, ao qual junta publicações especializadas na área do direito da comunicação e experiência docente como professor convidado em várias instituições de ensino superior, nomeadamente na ESCS. No plano profissional, destaca-se o desempenho de cargos como o exercido no Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Créditos: 05 ECTS
1º Semestre

Escola Responsável: ESCS

Pretende-se analisar e mapear as políticas públicas do setor das Indústrias Culturais e Criativas. Será também prestada especial atenção à política cultural e à investigação, nomeadamente a importância das Indústrias Criativas no panorama cultural, os contextos nacional e internacional do setor, a política europeia e os programas da Comissão Europeia e o valor social das Indústrias Culturais e Criativas.

Docente: Pedro Miguel Pereira Neto
Doutorado em Ciências Sociais, na área da Comunicação Política, pelo ICS-UL e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Comunicação, pelo ISCTE-IUL. No seu currículo docente, figuram a colaboração com a ESCS-IPL, como Professor Adjunto Convidado, desde 2008, e a colaboração com o ISCTE-IUL, como Professor Auxiliar Convidado, desde 2011. Do seu currículo científico destacam-se artigos, livros e capítulos de livros, participação em projetos de investigação, comissões de eventos científicos e de edição de publicações, na área dos Media e das Indústrias Culturais.

Créditos: 05 ECTS
2º Semestre

Escola Responsável: ESCS

Esta unidade curricular combina, numa lógica de complementaridade, abordagens teóricas e práticas fundamentais ao nível da recolha e análise de informação associadas às atividades do setor criativo. Pretende-se, recorrendo às técnicas de métodos de investigação científica, preparar os formandos para desenvolverem capacidades críticas, conceptuais e práticas que permitam não só criar instrumentos de procura de dados, como também a sua compreensão, aplicação e utilidade para iniciativas e negócios criativos. Neste contexto, também será apresentada informação relevante, sobre a conceção, planeamento e desenvolvimento de projetos, bem como dados estatísticos, estudos de casos, técnicas de benchmark, para identificar oportunidades de mercado no setor criativo e cultural. Haverá intervenções académicos de profissionais, especialistas e empresários da área das indústrias criativas e culturais, pretendendo abordar diferentes áreas temáticas consideradas relevantes, como as mutações de mercado e o empreendedorismo.

Docentes: José Cavaleiro Rodrigues
Professor Adjunto da Escola Superior de Comunicação Social do Politécnico de Lisboa e investigador integrado no Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA). É doutorado em Antropologia, pela FCSH-UNL, e autor de livros, artigos e comunicações em revistas e conferências nacionais e internacionais. Fundou a revista científica Comunicação Pública em 2005, dirige as Coleções das Edições IPL. Os seus tópicos de investigação atuais são Urbanidade e Desigualdades, Antropologia Visual, Criatividade, Empreendedorismo e Cidadania.

Créditos: 05 ECTS
2º Semestre

Escola Responsável: ESCS

Nesta unidade curricular serão abordados os fundamentos de marketing e marketing digital considerando as especificidades das indústrias criativas e culturais, incluindo a identificação e captação da audiência; o marketing estratégico e operacional; o marketing internacional e estratégias de internacionalização. A vertente da comunicação publicitária incluirá dos conceitos basilares da publicidade até a temas atuais incluindo redes sociais, media, content branding (marca através de conteúdos) e storytelling. Também serão abordados os conceitos chave de estudos de mercado incluindo metodologias e tipos de estudos para análise do comportamento do consumidor, enquadrando numa compreensão da importância dos estudos de mercado na orientação estratégica das organizações modernas, nomeadamente nas indústrias criativas e culturais.

Docentes:
João Ferreira do Rosário
Professor Adjunto na área de Marketing na Escola Superior de Comunicação Social e possui Doutoramento em Gestão, pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa. As suas áreas de investigação e publicação incluem os estudos de mercado, do consumidor e da concorrência, principalmente nos setores do Turismo e Tecnologias de Informação, da Comunicação e Marketing internacional.

Manuel Batista
Professor Adjunto na área do Marketing na Escola Superior de Comunicação Social com Doutoramento em Gestão, especialização em Marketing, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa do Instituto Universitário de Lisboa. As suas áreas de investigação e publicação incluem os Comportamentos de Consumo ecologicamente conscientes, a Distribuição, o Neuromarketing e o Marketing Desportivo.

Marta Cotrim
Professora Assistente Convidada na área do Marketing na Escola Superior de Comunicação Social e detem um Mestrado em Administração de Empresas pela School of Business and Economics da Universidade Católica Portuguesa. A sua experiência profissional abrange a Gestão de Produto e a Comunicação Media e Digital. Atualmente é Business Engagement Manager na NTT Data Portugal.

Créditos: 05 ECTS
2º Semestre

Escola Responsável: FLUL

Esta unidade curricular aborda a análise textual de registos e objetos culturais ao nível da identificação de tendências socioculturais que permeiam o quotidiano. São discutidas perspetivas e metodologias de cariz crítico, interpretativo, de receção e de inspiração etnográfica. As temáticas passam por compreender como as tendências funcionam no meio sociocultural e como regulam as clivagens, os processos de identificação e as relações entre grupos e indivíduos. Neste contexto, os estudantes desenvolvem competências de análise e gestão de tendências num contexto estratégico, com potenciais aplicações nas indústrias criativas. Assim, os objetivos passam por aprender a identificar tendências socioculturais; compreender dinâmicas sociais e de comunicação; desenvolver modelos de negócios associados ao estudo de tendências; aplicar práticas de análise cultural em processos estratégicos.

Docente: Nelson Pinheiro Gomes
Professor Auxiliar da FLUL, tendo a seu cargo a Direção do Programa em Cultura e Comunicação e a co-Direção do Doutoramento em Estudos de Cultura. A par da atividade docente, tem desenvolvido investigação na área da Gestão Estratégica da Cultura, especificamente ao nível dos Estudos de Tendências e do Branding Cultural, coordenando o Laboratório em Gestão de Tendências e da Cultura. Possui Doutoramento e Pós-doutoramento na Especialidade de Cultura e Comunicação, ambos pela Universidade de Lisboa.

Créditos: 7,5 ECTS
2º Semestre

Escola Responsável: FLUL

Nesta unidade curricular os estudantes vão, de forma autónoma com a orientação dos docentes, construir conhecimento estratégico e desenhar soluções em cima da informação que recolheram e analisaram no primeiro laboratório. Recorrendo ao método de Coolhunting, os estudantes vão adicionar leituras sobre sinais criativos nacionais e internacionais. O objetivo passa por desenvolver processos de ideação para informar o desenvolvimento de estratégias e a prototipagem de soluções capazes de apoiar o tecido cultural e criativo urbano, bem como desenhar melhores respostas aos desafios identificados. Para tal, num contexto de gestão estratégica da cultura, os estudantes experimentam com a produção de diferentes objetos de gestão e de comunicação de tendências de uma forma aplicada.

Docente:
Nelson Pinheiro Gomes
Professor Auxiliar da FLUL, tendo a seu cargo a Direção do Programa em Cultura e Comunicação e a co-Direção do Doutoramento em Estudos de Cultura. A par da atividade docente, tem desenvolvido investigação na área da Gestão Estratégica da Cultura, especificamente ao nível dos Estudos de Tendências e do Branding Cultural, coordenando o Laboratório em Gestão de Tendências e da Cultura. Possui Doutoramento e Pós-doutoramento na Especialidade de Cultura e Comunicação, ambos pela Universidade de Lisboa.

Nuno Medeiros
Professor Auxiliar da FLUL, nas áreas da Cultura e Comunicação e da História, lecionando nos domínios das práticas e representações culturais (de produção, circulação, consumo e comunicação), gestão cultural ou estudos culturais. Grande parte da sua pesquisa tem-se desenvolvido nestas áreas, aprofundando os processos sociais, políticos e históricos de construção dos fenómenos culturais no contexto das sociedades contemporâneas. Possui Doutoramento em Sociologia, na Especialidade de Cultura, Conhecimento e Educação.

Créditos: 7,5 ECTS
2º Semestre

Escola Responsável: ESCS

Esta unidade curricular visa, numa perspetiva de aproximação à realidade setorial, fazer um acompanhamento de projetos individuais ou em grupo (tutoria), análise de estudos de caso que permitam aplicar uma observação e abordagem prática ao nível concretização e avaliação de ideias e negócios, incluindo o lançamento de produtos e serviços criativos e digitais. A partilha de experiências dos alunos com especialistas e outros profissionais de referência do setor criativo merecerá especial atenção, através da realização de seminários e visitas de estudo a instituições relevantes da área cultural e criativa, incluindo organizações e empresas de media.

Docente: Joaquim Jesus Carreira
Presidente do Conselho de Administração da Lusa – Agência de Notícias de Portugal, tendo, desde 1994, assumido posições de direção em várias empresas multinacionais. O seu percurso como gestor sénior dá-lhe uma visão empresarial global, da área financeira, ao marketing, aos recursos humanos, aos sistemas de informação e compras, em setores diversos, nomeadamente nos media. É licenciado em Economia e Gestão e Executive Master em Marketing Estratégico pela Universidade Católica Portuguesa.