[RESULTADOS DAS CANDIDATURAS 2018-19]

O Curso de Mestrado em Cultura e Comunicação é um 2º ciclo de estudos que se dirige não só a alunos finalistas do 1º ciclo, mas também a um público interessado em desenvolver uma pesquisa transversal na área das Artes, Humanidades e Ciências Sociais. É sublinhada a importância da teoria e do método neste amplo campo de trabalho, e o exame de questões relacionadas com a comunicação e os média contemporâneos num mundo globalizado articula-se aqui com o estudo da cultura a partir de uma perspetiva histórica como uma rede de complexidade e paradoxos. Pretendendo criar aptidões polivalentes que permitam desenvolver capacidades de análise e resposta multifuncionais, o programa de estudos está organizado de modo a permitir que cada aluno defina o seu próprio perfil de especialização de acordo com o percurso curricular que escolher e com o trabalho de investigação, projeto ou estágio que vier a realizar.

Candidaturas  2018-19 / 11ª Edição

O processo de candidatura encontra-se encerrado. Todas as informações e acessos neste link.

 

INVESTIMENTO:

1200 euros/anual (*valor a confirmar para a edição de 2018-19)

Candidatos Internacionais: confirmar o valor de propina no Website da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

O Mestrado em Cultura e Comunicação está orientado para o desenvolvimento de competências avançadas ao nível da análise, da crítica, da sustentabilidade, da comunicação e da gestão da cultura. Este perfil transdisciplinar permite aos estudantes atuar em diversos setores das Indústrias Culturais e Criativas, bem como da Comunicação nas suas múltiplas variantes. Desta forma, a conclusão do Mestrado permite exercer atividades profissionais como:

 Gestão e Comunicação Estratégica da Cultura;                                                                               

– Agentes Culturais (Produção e Programação);

– Analistas e Críticos Culturais dos (e nos) Media;

– Gestores Culturais e de Comunicação em Empresas;

– Gestores do Património Cultural;

– Assessores na criação de Peças de Comunicação;

– Investigadores em Estudos de Cultura e Comunicação.

Este curso procura um equilíbrio entre a problematização teórico-conceptual da cultura e da comunicação e a sua aplicação em contextos específicos. O desenvolvimento de competências avançadas de análise das várias manifestações culturais – objetos, comportamentos, imagens e textos – e dos seus discursos associados gera um perfil de estudante capaz de aplicar e comunicar conceitos, em constante mutação, na resolução de vários problemas e necessidades do quotidiano, o que se reveste da maior importância no atual mundo cultural, social e empresarial.

O curso permite ter outra ocupação e quais são o horário e calendário previstos?

As sessões de contacto em regime teórico-prático e seminário devem ter lugar em horário pós-laboral (aulas duas/três vezes por semanas das 18h às 22h), mas há várias atividades previstas fora deste horário, nomeadamente sessões de carácter tutorial e masterclasses, entre outras. Neste sentido, o aluno pode desenvolver uma ocupação profissional ou outra. Sublinhe-se, contudo, que o curso exige muita dedicação ao nível do trabalho autónomo em termos de pesquisa e do desenvolvimento de trabalhos/projetos.

Ao nível do calendário, o curso começa, por norma, em meados de Setembro, com uma pausa no período do Natal e em Janeiro, indo até Junho.

Qual é o procedimento para as candidaturas? Sendo um candidato brasileiro, o processo é diferente?

O processo de candidatura é online e é idêntico tanto para candidatos portugueses como internacionais. Por norma, o período de candidaturas começa entre Abril e Junho no site da faculdade, sendo que aconselhamos sempre todos a realizarem o processo o mais rapidamente possível, uma vez que, tendo em conta o largo número de candidatos, pode não abrir uma segunda vaga (o que é muito comum). Para mais informações sobre as candidaturas, veja a caixa “candidaturas, propinas/investimentos e horário”.

Qual é a língua do curso?

O curso é lecionado em português, sendo que grande parte da bibliografia se encontra em inglês e há momentos internacionais do curso, juntamente com outras escolas, que são desenvolvidos em inglês. Sublinhe-se, porém, que certas unidades curriculares opcionais podem ser oferecidas em inglês ou em regime bilingue.

Organização

É oferecida a possibilidade de escolha entre dois ramos: um científico e um profissionalizante. O ramo científico tem duas saídas possíveis: a elaboração de uma tese ou de um trabalho de projeto. O ramo profissionalizante distingue-se pela realização de um estágio e apresentação de um relatório final. O ciclo de estudos integra 4 semestres curriculares de trabalho do aluno, o qual é constituído, no caso da via científica, por três seminários obrigatórios, uma opção condicionada, uma opção livre, um seminário de investigação e a dissertação ou trabalho de projeto. A via profissionalizante é constituída por três seminários obrigatórios, uma opção condicionada, uma opção livre, um estágio e o respetivo relatório final. Os seminários funcionam em horário pós-laboral.

Grau de Mestre

O grau de mestre em Cultura e Comunicação é conferido aos alunos que tiverem obtido 120 créditos (120 ECTS) através da aprovação no curso de mestrado em Cultura e Comunicação e da aprovação na defesa de um trabalho final -dissertação de natureza científica original ou trabalho de projeto original ou realização de um estágio e apresentação do seu relatório final. Na via científica, a classificação final resulta da soma da média das notas obtidas nos seminários (50%) com a nota obtida na tese ou no trabalho de projeto (50%). Na via profissionalizante, a classificação final resulta da soma da média das notas obtidas conjuntamente nos seminários e no estágio (50%) com a nota obtida no relatório (50%).

Condições de acesso

 São admitidos como candidatos à inscrição: os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal; os titulares de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um estado aderente a este Processo; os titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Letras de Lisboa. Em conformidade com o disposto na alínea d) do artigo 17º do DL 74/2006, poderão candidatar‐se também os “Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos”.

Linhas de Investigação Temáticas

O projeto de mestrado com que o aluno se candidata deve incidir numa das seguintes linhas temáticas, ou numa articulação entre duas, de forma a assegurar um trabalho imersivo nas temáticas em desenvolvimento pelos docentes e pelo Programa: Cidades e Cultura Visual; Comunicação e Discursos; Discurso e Literacia- Matrizes, práticas, tendências; MatrizesCulturais; Tendências e Gestão da Cultura; Teorias e Análise da Cultura.

Não obstante as presentes linhas, a comissão científica do curso está aberta a receber e a apreciar propostas inovadoras sobre a abertura de novos campos disciplinares ou sobre a problematização de temáticas que se revistam de grande interesse científico e societal.

Plano de Estudos (em atualização)

Área CientifícaSiglaCréditos
ObrigatóriosOptativos
Comunicação e CulturaCOM9612
Opção Livre12
Total9624

Primeiro e Segundo semestre

Unidades Curriculares Área CientíficaSemestreCréditosDocenteObservações
Tópicos de Análise e Teorias da CulturaCOM1º Sem
12Teresa Malafaia e Ana Mendes Seminário Obrigatório
Tópicos de Análise e Teorias da ComunicaçãoCOM1º Sem
12Nelson Pinheiro e Sílvia Frota Seminário Obrigatório
Tendências e Gestão da Cultura (Tópicos de Cultura e Comunicação I)COM2º Sem
12Nelson PinheiroOpção Condicionada (deve seleccionar duas). Também oferecida como opção livre do curso.
Literacias Académicas: exclusão, emancipação, emposse (Tópicos de Cultura e Comunicação II) COM1º Sem12Carlos GouveiaOpção Condicionada (deve seleccionar duas). Também oferecida como opção livre do curso.
Percepção Visual, Identidade(s) e Transfigurações Urbanas (Tópicos de Cultura e Comunicação III) COM2º Sem12A confirmarOpção Condicionada (deve seleccionar duas). Também oferecida como opção livre do curso.
Performance e Retórica: o imaginário clássico e a cultura contemporânea (Tópicos de Cultura e Comunicação IV) COM2º Sem12Sofia FradeOpção Condicionada (deve seleccionar duas). Também oferecida como opção livre do curso.
História Cultural:
Práticas e Representações (Tópicos de Cultura e Comunicação V)
COM2º Sem12Isabel Drumond BragaOpção Condicionada (deve seleccionar duas). Também oferecida como opção livre do curso.
Multiculturalismo e Dinâmicas Culturais (Tópicos de Cultura e Comunicação VI)COM1º Sem12Everton MachadoOpção Condicionada (deve seleccionar duas). Também oferecida como opção livre do curso.
Opção LivreCOM1º/2º Sem12Optativa livre – a realizar no 1.º ou no 2.º semestre
(ver Opções Condicionadas)

Programas 2017-18: Tópicos de Análise e Teorias da Cultura ; Tópicos de Análise e Teorias da Comunicação ; Tendências e Gestão da Cultura ; Literacias Académica: Exclusão, Emancipação; Emposse ; 2Performance e Retórica: o imaginário clássico e a cultura contemporânea

Terceiro e Quarto Semestres

Unidades curricularesÁrea científicaTipoTempo de trabalho (horas)
CréditosObservações
TotalContato
Seminário de InvestigaçãoCOMSem33630 S12O candidato terá que optar entre a elaboração da Dissertação, ou do Trabalho de Projeto, e respectivo Seminário de Investigação; ou o Estágio e o Relatório de Estágio
Dissertação (ou) Trabalho de ProjetoCOMAnual134430 OT48
EstágioCOMSem50430 OT18
Relatório de EstágioCOMAnual117630 OT42